6 Comentários

Me confessando

Eu pequei. Tinha que confessar-me. Precisava ir à igreja para que pudesse me redimir, estava muito arrependida. Rezava enquanto caminhava apressadamente; ao chegar, antes que pudesse me confessar, ajoelhei-me diante da imagem de Cristo e rezei para que Ele arrancasse de mim toda aquela luxúria e volúpia que invadiam min’alma fazendo-me perder o controle e entregar-me aos desejos mais ardentes de meu corpo: Sexo ardentemente selvagem e intenso. Ser possuída vorazmente por dois homens gulosos… Incansavelmente gulosos! Com força, muita força! Sentir os cheiros… A quimiotaxia, o suor, os membros enrijecidos pulsando dentro de mim… Em minha boca… Em minhas entranhas… Num frenético vai e vem. Eu me entregava por inteiro, eles me possuíam por completo: beijos molhados, chupadas gostosas, penetravam-me inteira! Duas horas e meia de intenso prazer ao som da banda irlandesa de rock U2… A voz do Bono vox me deixava ainda mais excitada. Orgasmos múltiplos me invadiam a cada vez que era possuída. Depois, caíamos cansados… Esgotados de prazer… Mas depois me vinha a culpa… Eu precisava me confessar.

Aproximei-me lentamente do confissionário, respirei fundo, mas não me contive. Comecei a chorar enquanto me confessava tamanha era a culpa que sentia. O padre, sereno, fez com que me acalmasse. Então, mais calma pude confessar-lhe meus pecados.

Mas enquanto me confessava, podia sentir o cheiro da loção após barba do gentil padre, que de novo aguçara a minha volúpia fazendo arder em mim uma explosão de desejo e fantasias… Minha respiração tornou-se ofegante. Estava de novo tomada pelo desejo. O tom de minha frágil e trêmula voz mudou. Tornara-se numa voz mais grave e rouca pelo desejo que ardia em mim. Podia sentir a respiração do padre e percebi que ele também me desejava… Percebi sua respiração cada vez mais ofegante. Talvez ele estivesse se masturbando enquanto me ouvia (eu imaginava), e isto fez com que eu fosse confessando de forma mais calorosa pecados que eu nem ainda cometera, mas com certeza, iria cometer.

Já podia ouvi-lo gemendo, bem baixinho, mas eu o ouvia gemer. Aproximei-me mais um pouco e comecei a falar de como era bom ser possuída… Os seus gemidos começaram a ficar mais intensos na medida em que eu ia falando. Podia sentir seu convite para que eu entrasse para ser por ele possuída. E eu confessando meus pecados. Até que de súbito, ouvi um gemido mais intenso. Um hurro de prazer! O padre gozara… Então, sentindo-me mais aliviada por ter me confessado, sai da igreja e fui embora para minha casa. Mas sabia que em breve eu ia precisar me confessar de novo…

In nomine Patris et Filii et Spiritus Sancti
Licença Creative Commons
Me confessando de Anja_Ancanja é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.
Baseado no trabalho em anjaarcanja.wordpress.com.

6 comentários em “Me confessando

  1. Anja, gostei do conto e da poesia. É bom conhecer e lidar, ainda que virtualmente, com gente saudável como você. Antes de qualquer outra pretensão, somos os nossos próprios desejos. Isso é maravilhoso! Todo esforço que fizermos, hoje, em benefício daqueles que ainda não experimentaram a aventura da vida, para gozá-la intensamente e em todos os sentidos, nos gratifica só pela consciência que temos disso.
    Beijos.

    • Amei seu comentário Ivani querido…

      E o que são nossos desejos se não pudermos realiza-los? É assim que vivo…

      Vivo a vida intensamente, pois já não temo o fogo do inferno…

      Neste blog vou estar postando minhas poesias, meus contos eróticos e sensuais e as poesias que ganho de presente dos meus amigos.

      Obrigada por sua ressonância.

      Bjux…

      anja

  2. Gostei do conto, original e bem trabalhado. Mas, tenho uma dúvida, ele é real, digo, é você (anja) nele?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: