6 Comentários

Breves momentos eternos (By Anja_Arcanja)

Manhã de sábado, sequer consegui esperar o relógio despertar, mal havia conseguido pregar os olhos na noite anterior tamanha era minha ansiedade. Levantei, preparei meu desjejum e não conseguia me aquietar, nem fome eu tinha, mas, precisava me alimentar um pouco. Após meu desjejum, fui para o banho, um longo e demorado banho… precisava relaxar, me preparar para nosso encontro. Tanto sonhei, tanto me preparei e agora…

 

A agua quente do chuveiro me acalmou um pouco, finalmente estava conseguindo aquietar um pouco a minha ansiedade, relaxar… mas junto veio a excitação… o tesão… o desejo… sentia minha pele toda arrepiada os bicos dos seios rijos, imploravam meu toque, eu tocava. Tocava-me inteira, acariciava meu clitóris lentamente… imaginando cada momento brevemente eterno que passaríamos juntos… gozei ao mesmo tempo em que o relógio despertou, só então percebi o quão cedo eu havia levantado… Continue lendo »

8 Comentários

Descreva-me e serei tua (by Anja)

Se me queres, descreva-me.

Na nudez de teu poema

Quero ler o quanto queres,

E se me queres…

Goteje tua alma no papel,

Usa o tesão como pena…

Descreva-me!

Quero ser escrita por ti!

Faça-me poema…

Desnude-me em palavras.

Faça-se poeta!

E assim saberei que um dia,

E não mais que por um dia…

Na nudez de nossos corpos,

Serei tua, toda tua…

 

Anja_Arcanja®
Licença Creative Commons
Descreva-me e serei tua de Anja_Ancanja é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.
Baseado no trabalho em anjaarcanja.wordpress.com.

1 comentário

Amantes do amor proibido (By Anja)

Sentir-me tua me dá prazer,

Ter você pra mim…

De você beber… dar-lhe-ei de comer.

Bebendo e comendo nos amamos,

Mas nosso amor é proibido…

E seguimos assim… eu bebo, tu comes… Continue lendo »

2 Comentários

Eu prometo

Quero você inteiro pra mim.

Se doe, se entregue inteiro.

Prometo faze-lo pensar que

Sou só tua… e você,

Mesmo sabendo que não,

Sentirás por breves momentos

Que és único, mesmo sem ser.

 

Anja_Arcanja®

Licença Creative Commons
Eu prometo de Anja_Ancanja é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.
Baseado no trabalho em anjaarcanja.wordpress.com.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://omundodaanja.blogspot.com/.

Deixe um comentário

Beijos línguas e…

 

Com meus lábios colados aos seus,

Encontro voraz de nossas línguas.

Beijo doce, molhado…

Beijo quente, salgado…

Ofegantes!  Coração acelerado.

Molhados de suor,

Suor doce, suor salgado, agridoce!

Não quero uma nem duas…

Te quero sessenta e nove vezes!

Sessenta e nove beijos australianos. Continue lendo »

1 comentário

Poema nu

Em gritos de nudez fomos feitos.
Entre lágrimas de nudez morreremos.
No entretanto, o corpo hiberna na condenação ao pudor desejado.
Fecha-se como um livro de páginas censuradas.
Como uma ilha de ninfas amaldiçoadas, castra-se.
Como o medo que se esconde num cálice de fogo gelado.
Escrevo-me nua.
Tal como este poema. Sou princípio de lágrima.
O poema, esse, desconhece a nudez das cinzas.
Lê-me como palavra. Oferece-me a eternidade

 

1 comentário

Vassalo de minhas vontades, rainha dos seus desejos

Hoje te quero por inteiro.

Te quero servo de meus desejos,

Vassalo de meus caprichos.

Escravo de minha vontade…

 

Minha vontade é tê-lo por inteiro,

Ser rainha de teus desejos.

Meu capricho, ter você.

Leva-lo ao meu céu. Continue lendo »