Deixe um comentário

Poemas para Anja…

Uma sigela oração! (oração p/ uma Anja)

Ah, se eu te pego….
Anja de infinita bondade,
de amor e de esperança,
luz que ilumina as nossas vidas,
se acaso encontrar contigo,
não terei tanta bondade;
a colocarei de joelhos,
de frente com a castidade;
te farei rezar o terço,
do final, até o começo.
Vai chorar de prazer!
Vai sorrir e vai dizer:
Muito obrigado, Senhor,
por ter tanta gratidão,
fazendo de mim, feliz
mesma deitada no chão!

Gê Vorib®
_________________________________
Te quero.
LGE software
De tanto te querer, sofro.
De tanto te imaginar, padeço
De tanto de desejar, choro
De tanto te sonhar, morro.
Antônio José Olivier
_________________________________
Como te quero…
Eu te quero humana,
Eu te quero endiabrada
Eu te quero angelical.
Eu te quero de qualquer jeito
Eu te quero de todos os modos
Eu te quero assim,
Eu te quero…
Antônio José Olivier
__________________
Anja… mulher

Eu conheci uma anja
Que um dia
foi pássaro engaiolado
Mas que resolveu ser livre
E voar sem amarras
Pousar onde quer
Pois muito mais
que ser anja
é humana
é mulher…

Gilber†o  Begia†o

___________________________
Arcanja...
Algumas vezes Céus e terra se unem
Para enviar mensagens a nós, mortais que somos.
Então lembramos como viver é bom,
Parece haver música no ar.
Você, soberana mensageira,
Não sabemos quando vens, nem quando vais.
Apenas tua presença, que nos arrebata os sentidos,
Nos faz sentir, somos homens, nada mais.
Quando juntos, nos revela os céus,
Para depois nos precipitar a terra.
Porque é dela que viemos, e voltamos,
Porém, teu lugar é nas alturas.
Olhos, boca, cabelos, pele, cheiro, paixão.
Seios, pernas, formas, calor, tesão.
Vida, gozo, taras, fantasias, fascinação.
Teriam então, sexo os anjos? Questão.
Talvez sim, talvez não, quem saberá?
Apenas podemos nos deliciar em ti,
Nos render, declarar:
– Sensualidade, teu nome é Arcanja!

Anônimo

________________________________

menina mulher

Mulher menina ou menina mulher?

Não importa, és minha

Mulher angelical ou anja feminina?

Não importa, és minha

Desejo distante ou sonho impossível?

Não importa, um dia estarás comigo.

Antônio José Olivier

________________________________________

Dizem que os anjos não têm sexo…

Dizem que os anjos não têm sexo…

– Impossível!

Conheço um que tem!

Na verdade, não é Anjo, é Anja Arcanja,

tão doce é o seu veneno,

sublime os seus pecados,

capaz de desconverter o convertido;

tornar impuro o sagrado.

Anja da oração invertida,

cujo pecado redime,

eleva e santifica,

a besta fera que há em mim.

Ser da mais pura nobreza celestial,

mirrado fico eu no meio de vós,

contudo, aliviado,

pois, tua mão conforta o meu desespero,

a tua candura tranquiliza a minha alma

e, a tua carne alimenta os meus desejos.

Anja que está na terra do pão de queijo,

seja sempre feita as tuas vontades,

pois delas, haverá a felicidade.

Feliz Aniversário, querida amiga!

Beijos.

Gê Vorib®

________________________________________

Menina, morena, mulher, feminina

Anja, arcanja, celeste, angelina.
Madura, atrevida, juvenil, minha
Maçã, Sulamita, delícia, rainha.
Antônio José Olivier
_______________________________________
AMOR DE ANJO
0816092222-01
Anjo que amai sob a lua
De pele doce nua
E coração dolente
Pleno de amor e cereja
De uvas, de lábios e orquídeas
Firmando na eternidade a beleza
Que bom é ouvir teu canto
Sibiloso de abelhas
E que a batida do teu coração
Seja apenas um gotejar de estrelas
Tudo em ti é água, é seiva
Corrente de rio que desse
Por entre tuas pernas morenas
Molha-me em licores de tua vulva
Cantares de amor sob a chuva
As gotas em teus pêlos molhados
Que sorvo em goles lascivos
Prolongando o gozo da vida
Que brota e se espalha em beijos
Tua fruta quente e carnuda
Destilando o néctar do teu mel
Minha boca e dedos em brasa
Do teu amor de vinho gostoso
Furioso vibrante e cristalino
Por amor de anjo amante
Por teu cheiro suave e celeste
Por teu incêndio de cores
Água que brota da pele
Anjo, amante
Desnuda minha paz a teus pés
Neste poema duro e leve.
João David Júnior.
______________________________________________
VÔOS…

Embora tenham sido perturbadores, ainda enxergo o exuberante sorriso.Não sei como, mais lhe cai sempre como que completando.

Poesia?

Para quê?

Não te basta o espelho?

A cada estrófe, se sorve de vinho mais puro.

A cada verso, palmo e meio da mais pura alegria,

Poesia?

Para quê?

És letra e a música música completa!

De resto? Fino aroma de carinho !

Fique em paz!

Dorme em mim para sempre os sonhos

de ter voado tão alto e tão graciosamente

conduzido entre nuvens que jamais

se decifrarão, nem ao vento, nem ao tempo
beijo

Peãodeestancia

_______________________________________
Tua Boca…

Deu-me vontade de falar da tua boca

Tão bem emoldurada por esse rostinho querido

Que eu quero tanto… Ah, se quero.

Nunca sonhei com ela, só a imaginei na minha.

Mas, no caso, imaginação nada mais é do que a lembrança de bocas passadas.

Nada disso, eu quero é a tua.

Essa boquinha linda de cereja.

Ivani Medina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: