Arquivo de Tag | sonho ou realidade

“Nosso sagrado e profano amor!”

    Hoje quero que me toques; quero sentir em mim O teu toque, tua mão… carícias! Teu beijo, teu colo, teus seios, teu sexo… Delícias! Vem amada minha, Hoje quero toca-la, com minha mão acaricia-la. Com minha boca beija-la e com min’alma, ama-la. Brindemos em nossas sagradas taças, O vinho de nosso amor, amor […]

Breves momentos eternos (By Anja_Arcanja)

Manhã de sábado, sequer consegui esperar o relógio despertar, mal havia conseguido pregar os olhos na noite anterior tamanha era minha ansiedade. Levantei, preparei meu desjejum e não conseguia me aquietar, nem fome eu tinha, mas, precisava me alimentar um pouco. Após meu desjejum, fui para o banho, um longo e demorado banho… precisava relaxar, […]

Descreva-me e serei tua (by Anja)

Se me queres, descreva-me. Na nudez de teu poema Quero ler o quanto queres, E se me queres… Goteje tua alma no papel, Usa o tesão como pena… Descreva-me! Quero ser escrita por ti! Faça-me poema… Desnude-me em palavras. Faça-se poeta! E assim saberei que um dia, E não mais que por um dia… Na […]

Amantes do amor proibido (By Anja)

Sentir-me tua me dá prazer, Ter você pra mim… De você beber… dar-lhe-ei de comer. Bebendo e comendo nos amamos, Mas nosso amor é proibido… E seguimos assim… eu bebo, tu comes…

Eu prometo

Quero você inteiro pra mim. Se doe, se entregue inteiro. Prometo faze-lo pensar que Sou só tua… e você, Mesmo sabendo que não, Sentirás por breves momentos Que és único, mesmo sem ser.   Anja_Arcanja® Eu prometo de Anja_Ancanja é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil. […]

Como tu queres? (by Anja_Arcanja)

Hoje te quero inteiro, por inteiro. Preciso saciar-me de ti. Sentir teu corpo molhado, suado, Intenso e rígido dentro em mim. Não me importas ser anja, Só me faças mulher. E quando sentir-me tua, Serei o que você quiser.

Uma aula no seminário

Eu estava ali… Bem sentada em sua frente. As aulas no seminário seguiam como sempre, repletas de calorosas discussões. Era quase impossível para a maioria da classe aceitar o que estava sendo ensinado, pois ia de encontro com tudo que haviam aprendido nas escolas dominicais de suas igrejas, e nos sermões dos cultos. E eu […]